O número de brasileiros que visitam a Itália cresce a cada ano. Em 2018, foram 2,5 milhões de turistas, 9,6% a mais do que em 2017. O país possui o maior número de patrimônios mundiais da UNESCO, fazendo com que sejam um dos principais destinos turísticos do mundo, recebendo anualmente cerca de 37 milhões de turistas. Separamos várias opções de destinos para quem deseja fazer uma viagem romântica na Itália. Confira:

Roma:

Começamos pela capital da Itália! Há quem veja apenas as ruas cheias de gente, barulhentas e caóticas. Nós trazemos o lado charmoso e romântico da cidade. Gianicolo, tem uma das vistas panorâmicas mais bonitas da cidade. Fica na parte alta do bairro Trastevere e com uma breve distância do Vaticano.

A Piazza di Spagna, ou “Praça da Espanha”, é uma das mais conhecidas e tem a escadaria de Trinità dei Monti como atração principal. Descendo os 135 degraus, tem a Fontana della Barcaccia, esculpida em mármore e com água potável para consumo. Ainda em Roma, você precisa passar pela fonte dos apaixonados, a Fontana de Trevi, a mais famosa da cidade. Diz-se que os casais que bebem dessa fonte, permanecem apaixonados e fiéis para sempre.

Para finalizar, passe pelo ponto mais bonito e cenográfico da cidade, o Lungotevere. A ponte Milvio é obrigatória para os casais que querem prender seu cadeado e jogar as chaves no Tibre.

Toscana:

Destino ideal para uma lua de mel, fica a 3 horas de carro de Roma e 1h30 de trem. Já foi cenário de diversos filmes, como “A Vida é Bela”, “O silêncio dos inocentes”, “Sob o sol da Toscana”, o clássico “Comer, Rezar, Amar”, entre outros. A capital de Toscana, Florença, respira cultura e as ruas são consideradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Do alto do mirante da Piazzale Michelangelo é possível ter uma vista panorâmica da cidade. Em Toscana ficam as famosas estátuas de David de Michelângelo e a Piazza della Signoria. Repleta de castelos, é a ocasião perfeita para se hospedar em um. Caso queira, pode se hospedar nas vinícolas, charmosas e com diárias de valores dos mais variados, para todos os gostos.

Riviera Italiana:

Abrange o trecho costeiro da Ligúria, uma das regiões mais charmosas da Itália. Estendendo-se do Sul da França até a Toscana, tem vilarejos coloridos à beira-mar que atraem turistas de todo lugar. A Riviera Italiana é dividida em duas partes: Levante (leste, em referência ao sol nascente) e a de Ponente (oeste). Entre duas cadeias de montanhas, os Alpes Marítimos e os Apeninos.

Gênova é a maior cidade da Ligúria e um dos destinos mais procurados para quem está na Riviera Italiana. A cidade é marcada por suas construções coloridas e históricas, além de ser um grande centro urbano repleto de museus, shoppings e restaurantes.

Veneza

Fica no nordeste da Itália e é considerada por muitos a cidade mais romântica do mundo. Os passeios de gôndola podem durar de 40 minutos a uma hora e precisam estar no roteiro. Chamada de “cidade dos amantes”, é um bom lugar para se visitar em qualquer época do ano. Cheia de construções belíssimas, vale a pena conhecer a Basílica Santa Maria Della Salute, que tem obras de arte de Tiziano e Tintoretto e demorou 56 anos para ser finalizada, o palácio Ca’ d’Oro, encomendado entre 1421 e 1940 e a Ponte de Rialto, usada para cruzar o grande Canal e a Ponte dos Suspiros, que liga o Palácio Ducal e a prisão local, rendendo belas fotos.

Outra paisagem que rende bons registros em Veneza é a dos jardins reais, logo atrás da Praça São Marcos (em frente ao canal). No final de 2019 foram reabertos, depois de 5 anos de um trabalho de restauração. São cerca de 5 mil metros quadrados, cercados de água, com vista para o Museu Correr, as salas imperiais do Palácio Real, o Museu Arqueológico Nacional e a Biblioteca Marciana.

Esses são apenas alguns exemplos de como a Itália é uma ótima escolha de viagem. Seja para casais aproveitarem o clima romântico, como mostramos aqui, ou para respirar cultura e trazer na bagagem novos aprendizados. Entre em contato conosco para planejar sua viagem com carinho e ter uma experiência diferenciada.

Leia também: