Butão é um pequeno país isolado e localizado na Ásia Meridional, cercado pela Cordilheira do Himalaia. O país que é conhecido pelo título de mais feliz do mundo, tem 60% de seu território composto de natureza selvagem. Mas o real motivo de curiosidade de quem o visita é: qual é o segredo para ser o povo mais feliz do mundo?!

Alguns dos  motivos pelo qual o Butão é considerado o país mais feliz do mundo se refere a busca do povo por um equilíbrio entre a felicidade espiritual e a material. Eles não atribuem a felicidade apenas a bens materiais, como possuir o iPhone mais moderno, mas o simples fato de estarem vivos lhes traz satisfação e felicidade. 

Os butaneses não se interessam por TV, rádio ou internet, visto que estas tecnologias acabam por causar sensações ruins devido ao fluxo constante de informações desagradáveis. Quando não se tem a necessidade de lidar com todas estas coisas, a vida fica mais leve. Outro motivo que desperta felicidade em Butão é o meio ambiente, que para os butaneses é uma prioridade. Eles possuem leis rígidas de proteção às florestas, aos animais e ao meio ambiente.

O budismo é uma das principais religiões do país e uma das crenças que mais tratam do assunto felicidade e calma. Os adeptos do budismo creem no carma, que segundo a religião, as pessoas que vivem uma vida boa estão mais próximas da iluminação e, ao renascerem, reencarnam como seres humanos melhores. Esta ideia estimula os butaneses a praticarem o bem, serem boas pessoas, evitar brigas, discussões e consequentemente serem mais felizes. Outra curiosidade é que o governo butanês possui um indicador para medir a felicidade da população, esta medição é feita através de um questionário que leva em consideração vários aspectos do povo, como a preservação do meio ambiente, desenvolvimento socioeconômico sustentável e equitativo, boa governança e preservação e promoção de cultura. Estes 4 pilares são divididos em mais 9 domínios, que no caso se trata do bem-estar psicológico, saúde, uso do tempo, educação e etc.

Ao conhecer o país não deixe de apreciar a sua culinária que é totalmente orgânica, pois não usam agrotóxicos nas plantações em todo território. O prato típico do Butão é o famoso Ema Datshi, feito à base de chili e queijo, normalmente o prato é servido em forma de um caldo acompanhado por arroz. Um dos pontos mais visitados do Butão é o conhecido Ninho do Tigre, templo sagrado construído em 1692, encravado no morro a uma altitude de 3200 metros na cidade de Paro. É necessário dedicar um dia inteiro para visitar este lugar incrível, você pode subir o morro caminhando ou montado num burrico. Os butaneses alegam que uma hora de meditação no Ninho equivale a três meses de meditação em outros templos. Lá dentro é um silêncio absoluto e é impactante ver a devoção dos monges.

 Entre em contato conosco e descubra um roteiro completamente personalizado. 🙂