Poder desconectar de toda a agitação da cidade grande e do mar de informações que nos bombardeiam a todo momento ao ligar a TV ou o celular não tem preço. É um momento único no qual podemos diminuir o ritmo, nos conectar conosco e com a natureza, podendo assim renovar as nossas energias sem nos preocuparmos com o trabalho e obrigações do dia a dia.

Confira abaixo nossa indicação de 5 destinos nacionais para desconectar.

Bonito

Bonito é uma cidade localizada no Mato Grosso do Sul conhecida por ser o melhor destino de ecoturismo do Brasil. Com suas paisagens ricas em grutas, cavernas, cachoeiras de todos os tipos e tamanhos, dolinas, uma fauna incrível e rios de águas cristalinas onde é possível fazer flutuação. O destino é responsável por atrair milhares de turistas todos os anos e render experiências únicas em seu cenário marcante.

É um destino especial e ideal para quem busca paz, tranquilidade e contato com a natureza. Ao ir para Bonito é imprescindível a visita na Gruta do Lago azul, considerado o maior ponto turístico local.Além da Gruta, o Abismo Anhumas é outra atração preciosa de Bonito. Uma caverna com formações naturais incríveis para ser observadas através de um rapel de 72 metros de altura ou mergulhando nas águas da caverna. Bonito conta com atrações para todos os tipos de públicos, desde passeios tranquilos para quem busca se desconectar, aos mais radicais para os aventureiros de plantão.

Cabo de Santo Agostinho

Cabo de Santo Agostinho é um município localizado no estado de Pernambuco e tem se tornado um importante destino turístico para o estado. Conta com várias atrações e atividades como o banho de argila na praia de Itapuama, onde você entra em uma piscina, se banha com a lama e espera ela secar, depois ao tirar com água corrente você já sente a hidratação na pele.

Este tipo de banho é daqueles que prometem rejuvenescer a pele e outros benefícios medicinais. O lugar conta com uma estrutura impecável, organizado e com ducha disponível.

Ao conhecer Cabo de Santo Agostinho é imprescindível a visita na Praia do Paraíso que possui um mirante. Do alto da pedra do cogumelo é possível ter uma vista incrível da praia, do Porto de Suape e a foz do rio Massangana. No cenário visto do alto da pedra está a diversidade de cores do mar e de longe ainda é possível avistar a praia de Muro Alto.

Além de contar com diversas atividades e atrações, Cabo de Santo Agostinho é reconhecido como marco geológico mundial por ser o ponto de  ruptura do continente Gondwana, que deu origem ao Oceano Atlântico e aos continentes sul-americano e africano.

São Miguel do Gostoso

São Miguel do Gostoso é um município com um nome pra lá de curioso localizado no Rio Grande do Norte, pouco frequentado por turistas brasileiros, mas possui praias incríveis como a praia do Ponta do Santo Cristo e praia do Cardeiro, ótimas para a prática do Kitesurf e Windsurfe.

A praia do Xêpa é considerada o centro turístico do destino conta com uma boa seleção de pousadas, restaurantes e bares. Com vários atrativos este destino é ideal para quem busca se desconectar de uma rotina frenética com aparelhos eletrônicos e desfrutar da sensação de estar num vilarejo praticamente inexplorado, com um clima de paz e sossego capaz de renovar as energias.

Um dos passeios mais desejados de São Miguel do Gostoso é o de Bugue até Galinhos. O passeio tem a duração de 8 horas e termina na Praia de Tourinhos, onde você vai encontrar dunas petrificadas com mais de 2.500 anos.

O nome do destino é de origem muito curiosa. Segundo os povos mais antigos, o nome Gostoso vem de um vendedor ambulante morador local que viajava constantemente e quando voltava trazia informações e notícias de outras regiões. O povoado o aguardava ansiosamente para se atualizarem das novidades e ouvir suas histórias acompanhadas de sua risada contagiante e gostosa, como definiam.Devido a risada marcante, o vendedor ficou conhecido como “Seu gostoso”, codinome que rapidamente foi adicionado a São Miguel.

Chapada Diamantina

Chapada Diamantina é uma região de serras situada no coração da Bahia. Conta com grutas, cavernas, cânions, piscinas naturais e algumas cachoeiras consideradas as mais altas do país.

Ao ir para Chapada Diamantina é indispensável ir ao Morro do Pai Inácio, atração tradicional e principal cartão postal da Chapada. Do alto do morro é possível apreciar a beleza e imensidão da região. Assistir ao pôr do sol em seu tom dourado que proporciona belos contornos às rochas torna este passeio ainda mais impressionante.

Subir no Morro do Pai Inácio não é difícil, são 300 metros a partir do estacionamento levando mais o menos 20 minutos de caminhada. Com 1120 metros de altitude é possível observar o Morro do Camelo, o Morrão e o Três Irmãos.

No meio do caminho ainda é possível desfrutar da Gruta da Torrinha, rica em espeleotemas, estalactites, estalagmites e formações que lembram uma rosa. A Pratinha também é indicada para passeio. Uma gruta em que o turista tem a oportunidade de fazer flutuação com duração de meia hora pelo rio de águas límpidas, em silêncio e com as luzes das lanternas apagadas. Por último a Lapa Doce, outra gruta que possui formações milenares, esculpidas pelas mãos da natureza que compõem um verdadeiro museu diante dos nossos olhos.

Península do Maraú

A Península do Maraú está localizada na Costa do dendê, no estado da Bahia e pertence à Área de Proteção Ambiental. Conhecida como a Polinésia Baiana, conta com recantos paradisíacos, manguezais, dunas, cachoeiras, 40 km de praias, lagoas fluviais e naturais formadas pelos recifes de corais.

Na Península você pode nadar, correr, andar de bicicleta, fazer Stand Up Paddle e caminhar muito, até porque atrações e atividades é o que não faltam neste destino. Um dos passeios mais feitos pelos turistas aventureiros é alugar um quadriciclo e explorar as trilhas, lagoas e ainda visitar o Farol de Taipu de Fora que proporciona uma vista incrível de 360 graus da região, possibilitando a vista para a Lagoa de Cassange.

Para quem busca atividades mais tranquilas, uma das mais procuradas pelos turistas é o mergulho de snorkel nas principais piscinas naturais de Taipu. É possível alugar o equipamento em uma barraca local especializada nestes passeios. Na mesma barraca eles disponibilizam a experiência de mergulho noturno, feito com snorkeling e lanternas, além dos tradicionais passeios de barco saindo de Barra Grande.


Qual o destino que você deseja conhecer para desconectar da rotina? 🙂