It will be hard day at work

Representando 25% da população brasileira, segundo o IBGE, os millennials nasceram entre os anos de 1980 e 1995. Também conhecidos como Geração Y, são pessoas que já chegaram ao mundo em uma época muito tecnológica, composta por internet e videogames.

Por serem bastante antenados sobre tecnologia e conhecedores dos múltiplos formatos digitais, eles lidam muito bem com as multitarefas do dia a dia. Porém, por outro lado, sofrem demais com a questão do imediatismo que têm como uma das suas principais características.

Diante de todas essas questões, como adaptar o setor de viagens corporativas a esses jovens tão ávidos pelo “aqui e agora”? É o que iremos explicar a seguir.

Millennials x Trabalho

De acordo com uma pesquisa encomendada em 2017 pela Arcos Dourados (rede de franquias da McDonald ‘s), os millennials causaram uma reviravolta no mercado de trabalho.

Tendo em vista a pressa em crescer dentro da empresa que trabalha, essa geração apresenta muitas vulnerabilidades. Inclusive, 64% dos entrevistados afirmaram ter ciência sobre suas exigências e dificuldades com relação à satisfação.

Então, como aliar as características positivas e negativas dessa geração quando o assunto é relacionado a viagens a trabalho?

De acordo com um artigo do britânico International Luxury Travel Market (ILTM), os millennials são aqueles que mais têm vontade de viajar e sentir na pele as experiências que estão presentes ao redor do planeta. Além disso, eles possuem desejos bastante particulares quando o assunto é viagem, tais como:

  • 78% das pessoas da geração Y tendem a escolher opções sustentáveis de viagem (estudo da Booking.com);
  • 86% dos millennials declararam que preferem experimentar uma cultura do que ir a uma festa (estudo da Wandering RV);
  • Muitas dessas pessoas preferem economizar em acomodação para poderem gastar em experiências únicas (estudo do Eran Ketter).

Sendo assim, confira a seguir algumas dicas de como você pode incluir toda uma geração na política de viagens corporativas de sua empresa.

Valorize a economia criativa e as iniciativas de compartilhamento

Plataformas como o Uber e o Airbnb são ótimas soluções para quem nasceu e vive a geração do compartilhamento. Por isso, usá-las ao seu favor é sempre uma boa pedida.

Não se esqueça da flexibilização

O colaborador millennial não é apenas um colaborador, mas sim uma pessoa que irá consumir a viagem que você irá proporcionar. Logo, dê alternativas de horário de voo a ele ou deixe-o escolher a própria hospedagem.

Cuide da experiência de viagem

Como a geração Y é muito vaidosa com tudo o que vive, seja na cidade em que mora ou nas que visita, é muito importante que seus integrantes se sintam valorizados pela empresa. Seja com a contratação de um seguro viagem ou com sugestões de ajudas prévias, por exemplo, que se relaciona diretamente com a independência.

Una o útil ao agradável

A sede por viajar pelos millennials é tão grande que eles não se importam de uma viagem ser a trabalho e não a lazer. Então, explore essa questão.


Todas as semanas, a Premier Turismo traz um texto sobre o mercado de turismo corporativo para que você esteja sempre antenado nos assuntos. Portanto, fica o convite para acompanhar o nosso blog!

Leia também: