A região de Lisboa tem um vasto patrimônio cultural e insere-se numa região diversificada, que permite desfrutar de uma multiplicidade de atividades ao ar livre, como o surfe e o golfe.

Lisboa, capital de Portugal, é a única da Europa em que o sol se põe no mar. A característica luz natural de Lisboa, considerada única e especial, é realçada pela cor da calçada portuguesa e pelos materiais utilizados na arquitetura. Uma cidade autêntica, onde hábitos antigos e uma história milenar se cruzam com a animação cultural e a inovação tecnológica, encantando todos os dias portugueses e estrangeiros. Lisboa não tem idade.

RAZÕES PARA VISITAR A REGIÃO

Lisboa – A capital do país junto ao Rio Tejo é conhecida pela luminosidade, pelo encanto das suas sete colinas a descobrir num passeio de bonde pelos bairros históricos ou de preferência a pé, para sentir uma cidade que vibra do Chiado ao Castelo, ou de Belém ao Parque das Nações.

Sintra – A vila romântica por excelência é paisagem cultural classificada pela UNESCO e um Parque Natural de beleza deslumbrante. Uma vista inesquecível, onde não podem faltar os Palácios da Vila, da Pena, de Monserrate ou a Quinta da Regaleira, o Cabo da Roca, ponto mais ocidental do continente europeu, e um pouco mais ao norte, Mafra e o seu convento imponente.

De Belém ao Guincho – A estrada acompanha o rio Tejo e o mar com vistas belíssimas de monumentos que são patrimônio mundial (Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém), uma sucessão de praias (como Carcavelos e Guincho, locais privilegiados para surfe e windsurfe) e as vilas de Oeiras, Estoril e Cascais, que conservam uma aura aristocrática.

O Parque Natural da Arrábida – A sul de Lisboa, é um espetáculo exuberante da natureza num misto de serra e mar, com espécies raras de flora e fauna. Bem perto, a imperdível Reserva Natural do Estuário do Sado, habitat de golfinhos e cegonhas, e um pouco mais ao norte, o Estuário do Tejo, onde se avistam flamingos. Mas há também praias espetaculares, da Costa de Caparica e Sesimbra, que são espaços privilegiados para lazer e esportes.

Cultura e lazer – Na música destaca-se o fado, que também é patrimônio imaterial da Humanidade e pode ser escutado em restaurantes tradicionais ou nas pequenas tascas dos bairros típicos. Mas há muito mais para ver e fazer – dos espetáculos musicais de todos os gêneros e com nomes marcantes do panorama internacional, às exposições e inúmeros Museus e Monumentos com coleções valiosas para descobrir e apreciar.

Esportes – Com um clima ameno ao longo de todo o ano, esta região oferece excelentes condições para a prática de atividades ao ar livre. Destacam-se os esportes de ondas, sendo a Ericeira a 1ª reserva de Surfe da Europa, e as Praias de Carcavelos e Guincho, pontos bem conhecidos para surfe e windsurfe. O golfe também ocupa um lugar especial, já que a região de Lisboa foi classificada como melhor destino europeu várias vezes, possuindo diversos campos pata todos os níveis de praticantes.

Arquitetura e arte urbana – Além do patrimônio secular que atravessa vários estilos arquitetônicos, com destaque para o manuelino e o barroco, há diversos edifícios do século XX e XXI de grande qualidade arquitetônica. É preciso estar atento para apreciar verdadeiras obras de arte modernas que cobrem paredes e edifícios locais.

FAZER COMPRAS

Na região de Lisboa não faltam lojas com tradição, mercados de rua ou modernos shoppings, sendo muitos os locais que oferecem um pouco de tudo. Em Lisboa destaca-se a Avenida da Liberdade com marcas internacionais, a Baixa pombalina com lojas centenárias, o Chiado, o Bairro Alto e o Príncipe Real, dedicados ao design e aos criadores de moda.

PARA COLOCAR NA AGENDA

De ópera aos grandes concertos internacionais, exposições e competições esportivas, a oferta é vasta para preencher o tempo livre, mas há eventos que se destacam ao longo do ano, como por exemplo:

  • Meia Maratona (abril, Lisboa)
  • Peixe em Lisboa (abril, Lisboa)
  • Indie Festival (maio, Lisboa)
  • Festas de Lisboa (junho, Lisboa)
  • Maratona de Lisboa (outubro, Cascais/Lisboa)
  • Doclisboa (novembro, Lisboa)
  • Lisbon & Estoril Film Festival (novembro, Lisboa)
  • Festas de Final de Ano (dezembro, Lisboa)

Vários festivais de música:

Dias da Música em Belém (abril, Lisboa)

  • Rock in Rio (maio, Lisboa)
  • NOS Alive, Super Bock Rock, EDP Cool Jazz (julho, Lisboa)
  • Jazz em Agosto (agosto, Lisboa)

 

SAIR A NOITE

Lisboa é uma das capitais europeias mais seguras, e sair à noite é uma atividade que pode ser desfrutada sem preocupações. Você pode começar a noite apreciando as vistas da cidade a partir dos miradouros e seus quiosques (São Pedro de Alcântara ou o Miradouro de Santa Catarina). Para jantar, há muitas opções por toda a cidade, e a animação noturna, embora diversificada, tem especial protagonismo na zona do Bairro Alto, do Cais do Sodré, com a famosa Rua Cor de Rosa, exclusivamente para pedestres, a Lx Factory, a zona 24 de Julho / Docas, uma antiga zona portuária da cidade frequentada por um público jovem, apreciador de restaurantes, bares e baladas de referência.

  • Sugestão: Marcar um jantar numa casa de fado e assistir a uma das principais heranças culturais do país.

Nos arredores de Lisboa, alguns dos melhores locais para sair à noite estão do lado do rio ou do mar. Oeiras, Carcavelos, Estoril e Cascais possuem bares animados com vista para a água, que em muitos casos dão acesso ao areal da praia. Em Cascais, o centro da vila, os bares da Praça de Camões, a Marina de Cascais e o Casino Estoril são também pontos imperdíveis.

PARA SABOREAR 

  • Bacalhau à Brás
  • Pastéis de Bacalhau
  • Sardinhas Assadas
  • Tripas à moda do Porto
  • Peixes e Mariscos
  • Bife à Marrare
  • Choco Frito (zona de Setúbal)
  • Peixinhos da Horta
  • Queijo de Azeitão
  • Tortas de Azeitão
  • Queijadas e Travesseiros de Sintra
  • Nozes de Cascais
  • Pastéis de Belém
  • Castanhas Assadas
  • Ginjinha
  • Vinho Moscatel de Setúbal
  • Vinhos de Carcavelos
  • Vinhos de Colares

 

VIAJAR EM FAMÍLIA 

Garanta a diversão de toda a família com atividades culturais e interessantes para todos:

Em Lisboa, uma visita ao Jardim Zoológico, ao Oceanário, que é um dos maiores da Europa, ou ao Aquário Vasco da Gama.

  • Um passeio de bonde por Lisboa, nos elevadores, no Elevador de Santa Justa ou no bonde que liga Sintra à Praia das Maçãs.
  • Uma viagem pela História visitando a Torre de Belém, o Castelo de São Jorge em Lisboa ou o Castelo dos Mouros em Sintra.
  • Explorar os museus da cidade: conhecer os transportes que antigamente se usavam no Museu dos Coches, ver como as pessoas se vestiam no Museu do Traje, conhecer o Museu da Marioneta.
  • Os que gostam de brincar de cientista podem fazer experiências no Pavilhão do Conhecimento no Parque das Nações, visitar o Museu da Marinha e apreciar maquetes de navios, instrumentos náuticos e algumas embarcações em tamanho natural, ou conhecer o Museu da Eletricidade, a antiga usina que produzia e distribuía eletricidade para esta região.
  • Nas redondezas, em Mafra: a Tapada Nacional, onde cervos e javalis vivem em liberdade, e que é possível conhecer num passeio de minitrem, o Centro de Recuperação do Lobo Ibérico para conhecer de perto essa espécie, ou a Aldeia de José Franco no Sobreiro.
  • No Rio Sado, junto a Setúbal, um passeio de barco para ver golfinhos, ou no estuário do Tejo, uma visita aos Moinhos de Maré.
  • Passar um dia na Kidzania, nos arredores de Lisboa.

 

DICAS 

  • Apreciar as vistas sobre Lisboa do Castelo de São Jorge, dos Miradouros da Graça e de Nossa Senhora do Monte, ou do Cristo Rei em Almada.
  • A região de Lisboa e a Península de Setúbal são regiões com longa história dos vinhos de Portugal. Lá é produzida uma variedade enorme de vinhos – explore as várias áreas vinícolas.
  • Saborear o famoso Queijo de Azeitão. A sua origem remonta ao século XIX, quando um queijeiro da Serra da Estrela se estabeleceu em Azeitão e ensinou aos pastores da região os segredos da fabricação. Prove-o acompanhado com um dos vinhos portugueses.
  • Fazer um passeio de bonde pelas colinas de Lisboa.
  • Saborear um pastel de nata com canela acompanhado com um café.
  • Visitar o Museu Nacional dos Coches, uma coleção de carruagens dos séculos XVII e XVIII única no mundo que está instalada em Belém, num edifício desenhado pelo arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha.
  • Passear ao longo do Rio Tejo – no Parque das Nações, na Ribeira das Naus ou em Belém.
  • Conhecer a história do Fado em Alfama no Museu que lhe é dedicado ou nas ruas desse bairro típico onde a sua expressão é mais genuína.
  • Visitar a Reserva Natural do Estuário do Tejo em Alcochete para observar a colônia de flamingos que ali reside.
  • Fazer a travessia do Rio Sado entre Setúbal e Troia e admirar os golfinhos que habitualmente vêm acompanhar os barcos.
  • No Parque Natural de Arrábida, admirar todos os tons de azul e verde do mar e da vegetação, seguindo até Sesimbra para degustar o peixe fresco e terminar o dia com uma visita ao Cabo Espichel.
  • Percorrer a estrada marginal de automóvel ou de trem com passagens pelas vilas cosmopolitas do Estoril e Cascais e admirar as vistas sobre o Rio Tejo e o Mar.
  • Passar um dia em Sintra para visitar os parques e os palácios e saborear a doçaria em que se destacam as queijadas e os travesseiros.
  • Visitar o conjunto monumental constituído pelo Convento e o Palácio Nacional de Mafra e conhecer a sua belíssima biblioteca e se possível assistir a um concerto executado pelos 2 carrilhões de 98 sinos ou pelos 6 órgãos da Basílica, um conjunto único no mundo.
  • Passear pelas ruas da vila de pescadores da Ericeira, de onde D. João VI partiu para seu exílio no Brasil.

 

Nosso especial sobre Portugal continua! Acompanhe nosso blog. 😉